Na noite de ontem a Blizzard disponibilizou mais uma edição das suas HQs online aprofundando o universo de Overwatch, de uma lida nela AQUI antes de continuar!

Nada mais justo que uma historia natalina em tempos de natal, com um enredo que gira em torno da importância que deveria ser dada a família e amigos nesses dias de festa e confraternização.

HQ Overwatch causa polêmica

Infelizmente nem toda a internet concorda com isso, especificamente com o anuncio de que a Tracer é gay. Muitas pessoas reagiram falando que a Blizzard não deveria aprofundar o universo de um jogo de tiro, já outras pessoas acreditam que isso não adiciona nada para a personagem. Pode escolher o seu veneno, seja nos fóruns oficiais da Blizzard, no Reddit, 4Chan, etc. Tem um grupo de pessoas profundamente incomodada com isso.

A polêmica tomou mais fôlego após jogadores Russos de Overwatch notarem que a HQ não está disponível no país, tudo que eles tem é a capa da edição e uma mensagem que diz: “De acordo com a lei russa, não podemos partilhar esta historia em quadrinho com os nossos jogadores no território da Federação Russa.” (Tradução Livre). A lei em questão aqui é com o objetivo de proteger as crianças da informação que advoga para uma negação de valores tradicionais da família, em essência uma censura a “propaganda” gay para proteger os jovens russos.

Overwatch HQ

Em contra ponto a própria Blizzard se manifestou por meio de nota junto a Kotaku com a seguinte: “Como na vida real, ter variedade em nossos personagens e suas identidades e origens ajuda a criar um universo ficcional mais rico e mais profundo. Desde o início, queríamos que o universo da Overwatch fosse acolhedor e inclusivo e refletisse a diversidade de nossos jogadores em todo o mundo. Como acontece com qualquer aspecto do perfil dos nossos personagens, sua sexualidade é apenas uma parte do que torna nossos heróis quem eles são. Desde o início de nosso trabalho com a história da Tracer, fazia sentido fazer deste um aspecto de seu caráter.” (Tradução Livre)

Pouco a pouco temos mais detalhes e mais revelações sobre o universo do Overwatch e se a Blizzard continuar com essa mentalidade de inclusão é pouco provável que a Tracer seja a única personagem gay no elenco atual ou futuro da franquia!


Viotti

Viciado em quadrinhos, amante da 7a arte, gamer aos finais de semana, cozinheiro amador quando bate a fome, mamãe diz que eu sou bonito.